• facebook
  • flickr
  • twitter
  • História da Moda – PERFECTO – Muito mais que uma jaqueta, um classico da moda.

    Acessórios, Colaboradores, História da Moda

    31/12/2013

    leather jacket perfecto jaqueta couro

    O pós-guerra trouxe mudanças no comportamento das pessoas, gerando novos estilos, mais radicais, especialmente expressos por novos modos de vestir, introduzidos pelos jovens, formando movimentos que literalmente vinham das ruas, o street-style (estilos de rua). Neste mesmo período a motocicleta, que começou a ficar em evidência a partir de 1942, devido a Segunda Guerra Mundial, passa a ser difundida através de filmes emblemáticos, do universo cinematográfico, criando um forte impacto no imaginário popular.
    “Wild One”, 1954, estrelado por Marlon Brando e as corridas de motocicleta em Hollister, na Califórnia, foram os elementos determinantes para o surgimento do street-style bikers (motos). Marlon aparecia em “Wild One” como o líder de uma gang de motociclistas. Sua imagem no pôster do filme, vestindo uma Perfecto, a jaqueta de couro preta, em cima de um moto, lhe conferiu uma impactante atitude de rebeldia e angústia. O estilo bikers (que em inglês significa motocicleta), propagou com força total na subcultura, muito mais do que os estilos de rua da década anterior, os Zooties e os Rhinestone Cowboys. A  partir do início dos anos 50, a moda não é mais ditada pela alta costura, e sim pelas ruas da cidade, que passaram a apresentar inovações, um novo conceito do novo de se ver e a de se entender a moda.

    Tudo mudou, os padrões foram invertidos, alterando para sempre o paradigma e a resistência da sociedade, que agora aconteciam em um ritmo bem mais acelerado.
    Para melhor compreender a força abrangente do estilo biker”  é preciso conhecer a origem do movimento e sua trajetória. O ponto de partida: tudo começou com o retorno dos jovens soldados americanos, que vieram da Segunda Guerra. Estes rapazes não queriam mais usar um terno, uma gravata e um corte de cabelo comportado. Eles não mais se encaixavam no modelo americano de uma casa standart (padrão), equipada com aparelhos domésticos, um carro standart, crianças e cachorro. A adrenalina ainda corria em suas veias, devido ao excitamento da guerra. Era muito difícil para estes rapazes, a maioria pertencente a classe trabalhadora, aceitar a conformidade das coisas, era quase que impossível para eles carregar sacolas de supermercado, para quem carregou metralhadoras B17.

    Muitos destes jovens pilotaram aviões e dirigiram motocicletas durante a guerra. Porém, este modo de transporte foi somente um foco simbólico para um estilo de vida que era radicalmente diferente de tudo o que tinha sido antes. Reunidos em gangs com nomes como “The Booze Fighters” (os precursores dos Hells’s Angels), estes jovens mudaram por completo o aspecto do “New American Way”. Foram seguidos por milhares de outros jovens na América, e depois em Londres e em vários lugares da Europa, todos fortemente influenciados por Brando, sua moto e sua jaqueta de couro.

    Perfecto, a indestrutível jaqueta de motocicleta usada por Brando em “The Wild One” é o clássico rebelde uniforme, que nasceu com o propósito de ser bem usual. Idealizada em 1928 por Schott Bros. a jaqueta proporcionava proteção ao corpo, no caso eventual de um acidente, foi distribuída diretamente aos motociclistas através do fabricante das motos Harley Davidson. A Perfecto foi criada por Irving Schott, que se uniu ao irmão Jack, Irving e Jack, filhos de imigrantes russos, abriram em 1913 sua empresa no East Broadway, em Manhattan (NY), fabricando peças impermeáveis, que protegiam do vento e da chuva. Em 1925, a Schott Bros. introduz blusões com feche éclair (zíper), no lugar de botões, e em 1930 passou a vender jaquetas de couro para os pilotos da Força Aérea Americana. Quando em 1954, Marlon Brando surge em Selvagens da Motocicleta em uma moto vestindo a jaqueta preta de couro Perfecto ela imediatamente torna-se um implacável sinônimo de rebeldia. E até hoje esta imagem permanece eterna, seu estilo inconfundível. Um clássico uma lenda.

    Fundamentalmente, o sucesso do movimento bikers se deve ao estilo diferenciado de vestir e a sua “bad atittude”. Enquanto, por muito tempo, a alfaiataria clássica da cidade fazia ternos, atendendo ao desejo dos jovens locais de ser “dress up”, os bikers desafiaram as convenções sociais de modo estilístico e ideológico, o que no final possui o mesmo significado. Os bikers vestiam roupas velhas, gastas de tanto usar, que mostravam sua escabrosa experiência na estrada: a  jaqueta preta de couro Perfecto, que muitos destes jovens bikers haviam trazido da guerra, o jeans surrados com a barra da calça virada e botas. A Perfecto se encaixa e complementa a história do jeans. Em uma cena de “Wild One” aparece o seguinte diálogo irônico: “Ele tem uma moto, ele tem uma Perfecto, e ele tem uma garota. Como ele ainda não está satisfeito?” O que os jovens bikers aspiravam: ser eles mesmos, sem se preocupar em seguir convenções sociais, sem desejar ser aceito por ninguém e o que hoje todo adolescente deseja andar por ai fazendo seu próprio estilo.

    Claro, a Segunda Guerra serviu para elevar o status de certas peças de vestuário – mais notadamente a jaqueta de couro. Enquanto no início da guerra a elite militar aparecia em fardas ornamentadas com medalhas de ouro, a partir do envolvimento efetivo dos EUA, após o bombardeio em Peal Harbor, mostrou os militares vestindo a jaqueta de couro, a mesma que os bikers agora tomaram como o seu uniforme. Porém, assim que a jaqueta de couro passou a “pertencer” aos bikers, sua associação com heroísmo acabou. A associação da jaqueta de couro, então, passou a “bad attitude” ou atitude rebelde os nossos “bad boys de hoje”.
    Os Bikers, no final dos anos 40 e início dos 50′s, representaram o radical surgimento da subcultura motorizada e obviamente foram os precursores das gangs de motos, “uma sociedade com parâmetros estabelecidos sob duas rodas”. Devido à época do pós-guerra, mesmo que por acaso, sem grandes intenções e ideologias, eles os bikers, mudaram notavelmente o curso da história contemporânea. A partir de então, a Perfecto, a jaqueta preta de couro, com a qual os bikers se rebelaram contra todas as convenções (sociais, políticas, culturais) tornou-se um ícone de estilo e desencadeou o conceito do “street-style”. Esta é a prova de que os bikers, dramaticamente e vividamente, mais do que qualquer outra subcultura, introduziram as noções de alternância e transtorno, a “chave de ignição” que deu partida a novos e diferentes estilos de vida, todos seguindo na carona do rock’n roll.
    Depois dos bikers, outros estilos de ruas adotaram a Perfecto, em especial os ton-up boys (tribo urbana motorizada que surgiu em Londres); os rockers (início dos anos 60, eles adoravam decorar as jaquetas com botões), os greasers (meados dos 60′s) e os punks (final dos anos 70 e início dos 80′s).

    Na década de 80, ela voltou à cena fashion com força. Foi usada pelos punks londrinos, por Madonna no filme Quem é Essa Garota? e por George Michael, que literalmente incendiou a sua Perfecto no clipe Freedom, em alusão a sua liberdade em se assumir homossexualidade a partir daquele momento. Estrelado pela cantora pop australiana Olivia Newton-John e pelo astro ítalo-americano

    A Perfecto volta a aparecer como coadjuvante alguns anos depois no filme Top Gun lançando nada mais nada menos do que Tom Cruise.

    A s referências são inúmeras atualmente Lady Gaga, Hianna, Victoria Beckham, Avril Lavigne, Madonna. Estas são apenas algumas da s referências que usam a Perfecto. Final do ano passado (2009), as Angel`s (modelos da Victoria’s Secret) tiraram a foto oficial do super show anual da marca, na Times Square (NY) vestindo a Perfecto.

    A jaqueta Perfecto preta, uma T-shirt branca e uma calça Jean desgastada, tornou-se o sinônimo do que chamamos Casual. Isso tudo é bem chic. Tudo isso é muito estilo. Tudo isso é história. TUDO ISSO É MODA. Comunida Moda – Andrea Stupelo e Paulo Fernando – Video: Paulo Fernando – Fotos: Pesquisa Comunidade Moda

     

     

    ANOS 60 – Veja também:

    http://www.comunidademoda.com.br/anos-60-visto-pelas-fantasticas-capas-da-revista-esquire.html

    http://www.comunidademoda.com.br/inspiracao-pop-arte-e-op-arte-spring-2009.html

    http://www.comunidademoda.com.br/jackie-kennedy.html

    http://www.comunidademoda.com.br/historia-da-moda-anos-60.html

    http://www.comunidademoda.com.br/historia-da-moda-perfcto-a-jaqueta.html

    http://www.comunidademoda.com.br/historia-da-moda-anos-60-inspiracao-total.html

     

     

     

    CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

    www.comunidademoda.com.br

     

    Artigos Relacionados:

    Miranda Kerr em dose dupla - Vogue Italiana e Espanhola
    Começa Hoje -Todas as informações do Fashion Business - Inverno 2012
    Alessandra Ambrosio | Allure Russia
    ComunidadeModa 2013 - Todos os direitos reservados