• facebook
  • flickr
  • twitter
  • HISTORIA DA MODA – YVES SAINT LAURENT

    comportamento, editorial, História da Moda, Modelagem, Pesquisa de Moda, Tendencias e Inspiração

    17/12/2013

    yves saint laurent
    Yves Saint Laurent, foi um dos maiores e mais criativos estilistas de todos os tempos. Esta pesquisa e postagem eu fiz no dia em que ele morreu em junho de 2008. Yves deixa um legado histórico de talento e criatividade fantásticos. Paulo Fernando – Comunidade Moda – Fotos: Pesquisa Comunidade Moda
    Yves Saint Laurent (1936-2008)
    Um dos maiores ícones da moda


    PARIS, 1 Jun 2008 (AFP) – Yves Saint Laurent, um dos grandes estilistas franceses do século XX, faleceu na noite deste domingo, em Paris, aos 71 anos, informou a Fundação Pierre-Bergé-Saint Laurent.”Yves Saint Laurent faleceu às 23h10 deste domingo [horário local, da capital francesa]“, indicou a fonte.


    Nascido em 1º de agosto de 1936 em Oran, Argélia, Yves-Mathieu Saint Laurent conheceu a glória desde jovem e se tornou conhecido como o estilista que proporcionou uma nova liberdade às mulheres através de suas criações, especialmente as versões femininas para peças típicas do guarda-roupa masculino, como o terno e o famoso “Le Smoking”, apresentado pela primeira vez em 1966.


    Saint Laurent chegou a Paris aos 17 anos e logo se tornou colaborador de outro peso pesado da alta-costura, Christian Dior (1954).


    Virou seu sucessor após a morte do mestre em 1957. Seu primeiro desfile aconteceu em 1958. Em 1961 criou sua própria maison em sociedade com Pierre Bergé.Em 2002, se despediu das passarelas apresentando no Centro Georges Pompidou um desfile retrospectivo de seus 40 anos de criação.

    “Le Smoking”

    Sem dúvida, o smoking feminino, apresentado pela primeira vez em 1966 com uma blusa transparente e uma calça masculina, é a marca de Yves Saint Laurent. Depois disso, o traje passou a desfilar em todas as coleções do estilista.

    Entre todas as suas criações, “le smoking”, como foi chamado, sinalizava uma mudança na forma como as mulheres se vestiriam dali por diante. A liberdade dada por Chanel agora ganhava poder com o novo traje e tudo o que ele representava – uma nova atitude feminina.Para a inglesa Suzy Menkes, editora do “International Herald Tribune”, o smoking foi transformador: “Hoje as mulheres andam normalmente de terno e calça comprida. Isso parece normal, cotidiano, mas na época a mulher era proibida de entrar num restaurante ou num hotel. O smoking, usado até hoje, foi uma provocação sexual, dirigido à mulher que queria ter um outro papel.”
    AFP – Fotos: Pesquisa Comunidade Moda

    Artigos Relacionados:

    Elle Fevereiro - O Verão começa a mostrar sua cara lá fora
    Alpargatas (Havaianas) compra a Osklen
    Inspiração Pampas Gauchos | Femke Oosterkamp | Glamour Itália
    ComunidadeModa 2013 - Todos os direitos reservados