• facebook
  • flickr
  • twitter
  • Os quatro sentidos da moda | Audição | A história do Rock

    editorial, História da Moda, Pesquisa de Moda, Sem categoria

    06/02/2014

    AUDIÇÃO – A MUSICA E A MODA
     
    Este é o terceiro texto dos quarto sentidos e a moda. Depois do paladar , da Visão, chegou a vez da audição e a moda. Nada mais pertinente do que falar um pouco da história da musica e a moda. Comecei a fazer a pesquisa a partir do final dos anos 50 até hoje, e tem muita gente que marcou. Mas como a moda, os anos 60 e 70 foram os mais férteis. Acredito que devo ter esquecido gente importante e devo possivelmente fazer o número 2.
    the_rolling_stones_band

    A musica, como os outros sentidos sempre nos remetem a épocas passadas, momentos legais. Muita gente foi tendência e lançou moda desde a turma dos anos 50 aonde vieram os casacos de couro o twist e as saias rodadas, passando pelo Love´s All dos anos 60 e 70, o contraste dos terninhos colados dos Beatles do começo e o estilo hippie que eles assumiram no final. Os metaleiros com suas posturas transgressoras e góticas que passaram aos punks e hoje se tornaram o que chamamos de ghotic chic e desfila nas principais passarelas do mundo.

    O xadrez que virou grunge que hoje virou xadrez de novo e é moda. A musica, pra mim, sempre marcou sua época e as fases da minha vida. Hoje acabei de instalar um fio para ligar meu Iphone no carro. Eita, essa tecnologia está muito rápida e transforma tudo. Repararam que o CD vai acabar ? E mal começou. Isso tudo se chama dinâmica do mercado. A gente cria sempre em busca do novo, para sempre surpreender e, no caso da musica, muitas vezes emocionar.

    Anos 50/60

    Anos 60

    Hippies: Eram partes do movimento de contracultura dos anos 60. Eram representantes do movimento Janis Joplin, Jimi Hendrix, Raul Seixas e Mutantes. Os hippies usavam cabelos e barbas mais compridos do que o considerado “elegante”. Cores brilhantes, camisas tingidas, roupas de inspiração indiana e rasteiras faziam parte do visual hippie.

     Final dos anos 60/70

     

    Hard rock: As bandas que deram início ao movimento foram Led Zeppelin, Black Sabbath e Deep Purple, mas nomes como Aerosmith, Kiss, Scorpions, AC/DC e Van Halen também acompanharam o estilo.


     
    Punk Rock: Movimento musical que defendia a rebeldia e a crítica social. Surgiu com força na Inglaterra e nos Estados Unidos. As principais bandas foram The Ramones, Sex Pistols e The Clash. Calças jeans apertadas e rasgadas, cabelo moicano, tênis All Star surrados e assessórios com pontas em metal fazem parte do visual punk.

    Glam Rock: O Glam Rock era um estilo de música marcado por trajes e performances com muitos cílios postiços, purpurinas, saltos altos, batons, lantejoulas, paetês e trajes elétricos dos cantores. Eram os tempos da androginia e do rock n roll. Um exemplo famoso seria David Bowie durante a fase de Ziggy Stardust e Aladdin Sane.

    Disco Music: A disco music (ou dance music) resgatou o desejo pela dança através do clássico Os Embalos de Sábado à Noite, estrelado por John Travolta.O fenômeno trouxe um balanço para a música pop e eletrônica. Fazia parte do estilo as jeans boca-de-sino, saias e calças de cintura baixa com cintos largos, sandálias de plataforma e muitas lantejoulas e lurex.

    Anos 80

    New wave: Vertente debochada do rock and roll representada pela mistura de Michael Jackson, Madonna, Mick Jagger, Boy George, entre outros. Juntou-se à estética andrógina dos anos 70, roupas e acessórios dos anos 60, cabelos punk, cores vibrantes e cítricas, ombreiras e muito gel.

    Anos 90

    Grunge: É um movimento de raízes da música independente, sendo uma ramificação de hardcore punk, heavy metal e rock alternativo. Nirvana merece destaque. Calça rasgada, camisas de flanela quadriculadas e all stars eram características associadas aos grunges.]

    Clubbers: Os freqüentadores dos clubs levaram o techno e a cultura noturna ao mainstream. Extravagantes, os clubbers se vestem com blusas coloridas, com personagens de desenhos japoneses, tênis de plataforma, maquiagens que brilham no escuro, glitter, piercings, cabelos coloridos, além de centenas de penduricalhos com muito neon.

    Hip hop: Originalmente, o movimento surgiu nos anos 60 nos subúrbios de Nova York. Lá pela metade dos anos 90 o estilo voltou ao mainstream e tornou-se popular entre todas as classes. Um exemplo de hip hop atual é 50 Cent. Camisetas largas, bonés, tênis bermudões e muitas correntes e jóias são características da galera do hip hop.

     Anos 2000 

      Indie rock: Ficou mais conhecido por ter bandas de rock alternativo se aproximando do pop. Alguns exemplos: Franz Ferdinand, Kaiser Chiefs, Arctic Monkeys. Voltam a tona às calças skinny, camisetas de bandas, óculos estilo neo-nerd (fundo de garrafa menorzinhos), saias rodadas, petit-pois e peep toes e, como sempre, os All Stars.


    Emo: Gênero de música derivado do hardcore. Simple Pan, Fall Out Boy, NX Zero e Fresno são seus representantes. Influenciou também uma moda caracterizada pelo visual, que consiste em preto, listras, sobreposições, quadriculados, olhos pintados e franjas caídas sobre os olhos.

    Cultura que surgiu na Inglaterra no início dos anos 60, voltou a bombar com o rock mais limpo e pelo seu jeito de vestir. Com terninhos italianos e cabelos penteados. Bandas com influências mod são destaque na imprensa como Strokes.

    Nesta galeria podemos ver várias inspirações de coleções com inspiração no rock e na musica. Paz e amor bicho!!! Paulo  Fernando | Comunidade Moda | Pesquisa Comunida Moda

    Artigos Relacionados:

    Vem aí o Victoria´s Fashion Secret Show 2010 - Relembrem as melhores fotos de 2009
    Feira de calçados em Gramado surpreende a todos - Verão 2012
    STELLA McCARTNEY | PARIS FASHION WEEK
    ComunidadeModa 2013 - Todos os direitos reservados