• facebook
  • flickr
  • twitter
  • Só se falou de negócios no 1º dia da Fashion Week

    Sem categoria

    17/01/2008

    SPFW - Fashion week - Primeiro dia

    Bruna Lombardi e Renato Kherlakian ontem no desfile de Herchcovitch

    Ex-dono da Zoomp anunciou nova grife; camarim de Fause Haten já tinha logo do grupo I’M

    Cortes, cores, tecidos – pouco se falou de moda no primeiro dia da São Paulo Fashion Week (SPFW), ontem, na Bienal. “Ninguém quer saber da coleção, todo mundo só pergunta de negócios”, diz o estilista Alexandre Herchcovitch, que vendeu suas duas marcas ao Identidade Moda (I’M), grupo que também comprou as grifes Zoomp e Zapping, Fause Haten, Clube Chocolate e Cúmplice.Para aumentar o tititi, Renato Kherlakian, ex-dono da Zoomp e Zapping, aproveitou para anunciar que lançará em julho nova grife autoral – a Renato Kherlakian, ou RK, será voltada aos homens e terá a primeira loja nos Jardins.

    Kherlakian e Herchcovitch repetem um consenso entre estilistas, empresários, fashionistas: a SPFW foi uma das grandes responsáveis pelo atual movimento. “O evento organizou o calendário de moda no Brasil, veio crescendo ano a ano, a divulgação das grifes aumentou, até que acabou atraindo esses investimentos”, diz o empresário Eduardo Rabinovich.

    Dono da ER e ex-sócio da Vicunha e da CSN, há um ano e meio ele comprou a marca de calçados Zeferino, montou indústria de produção e agora negocia a compra de outras grifes. “É um momento muito gratificante para quem faz moda, mas foi plantado e planejado”, diz o diretor da SPFW, Paulo Borges.Nelson Alvarenga, dono da Ellus que se juntou ao grupo In Brands, diz que o Brasil está na “adolescência” do processo global da moda como negócio.

    “O setor ainda tem milhares de pequenas empresas, familiares, informais, que tratam moda apenas como glamour. Estilistas ainda acham chique dizer que não mexem com dinheiro, que são artistas.”

    A In Brands comprou recentemente a grife 2nd Floor e negocia 50% da marca Isabela Capeto.

    Ellus e 2nd Floor desfilam juntas domingo. “O importante é que agora cada um pode fazer o que sabe melhor”, diz o estilista Fause Haten, também da I’M. “Eu crio e eles cuidam da gestão.” Fause desfilou sua coleção feminina ontem e seu backstage já estampava o logotipo da I’M. O tema das entrevistas pré e pós desfile era o mesmo: as razões que o fizeram integrar o grupo.
    OESP – http://www.estado.com.br/editorias/2008/01/17/cid-1.93.3.20080117.1.1.xml


    Artigos Relacionados:

    VIDEO - 50 anos de moda, cinema e rock
    COMUNIDADE MODA - INSPIRAÇÃO - MODA - CRIATIVIDADE
    A Moda é o Punk | PUNK: Chaos to Culture | Metropolitan Museum of Costume Institute do Art
    ComunidadeModa 2013 - Todos os direitos reservados